3 estratégias de Neuromarketing para turbinar seus negócios

Neste artigo vamos apresentar 3 estratégias de neuromarketing de muitas que existem para que você possa aplicar em seu negócio. Segure o cinto, pois os seus resultados em vendas irão decolar. Estratégia aplicada no Off line e On line.

Marketing Digital Neuromarketing 4

A nossa mente como consumidor não é mais um mundo desconhecido, estudiosos de neuromarketing ajudam a entender as 3 áreas do cérebro que determina a decisão de compra ou não.

#1- Conheça as 3 partes do cérebro do consumidor

Marketing Digital Neuromarketing 3

O cérebro humano pode ser dividido em três partes, o que é conhecido pela neurociência por cérebro triuno, que são conhecidas como cérebro reptiliano ou primitivo, sistema límbico e córtex (ou neocórtex).

Reptiliano:

  • Reflexos
  • Instinto de sobrevivência e reprodução
  • Ações e reações

Para que as ações de marketing e publicitárias sejam mais efetivas é importante que atinja essa parte do cérebro, o reptiliano é responsável pela tomada de decisão.

Sistema límbico:

  • Emoções e sentimentos

A parte do sistema límbico sendo responsável pelas emoções e sentimentos são de suma importância para que o consumidor se sinta prazerosamente envolvido com a campanha em questão e envolva o reptiliano para tomada de decisão final.

Caso a região límbico trabalhe sozinho sem o envolvimento da razão do reptiliano a tomada de decisão não ocorrerá de forma rápida.

Córtex (ou neocórtex):

  • Atividades cognitivas (memória, pensamento, linguagem, julgamento)
  • Processa as informações (palavras, dados, cores, formas, sons…)

Quando o consumidor pensa várias vezes antes de efetivar a compra do produto, é o córtex que entra em ação para colocar as informações na balança e julgar a decisão final.

Neste processo as estratégias de marketing deverão ocorrer depois um estudo minucioso do perfil do consumidor para que a mensagem transmitida não caia no campo do julgamento negativo devido a alguma experiência ruim que já tenha ocorrido ou que contradiz os princípios defendidos pelo consumidor.

#2 – Venda para o consumidor que acha que só está dando uma olhada

Marketing Digital Neuromarketing 2

Passo #1 – Listar todos os possíveis problemas que o cliente possa passar ou esteja passando POR NÃO TER o produto ou serviço ofertado por você.

Exemplo:

Produto ou serviço comercializado: Consultoria em Marketing Digital

PROBLEMA específico: Problema que o consumidor já passou, passa ou pode vir passar SEM o serviço de Marketing Digital:

  1. Contratou um serviço de criação de site e o site nunca trouxe retorno financeiro (Alguns consumidores não sabem a diferença de criar peças publicitárias e criar estratégias de marketing).
  2. Fez a criação de panfletos e distribuiu e até hoje ninguém ligou, acha que só rasgou dinheiro.
  3. Fez uma publicidade na TV local acreditando que sua marca seria divulgada e teria mais visita na loja, mas só levou prejuízo por que o valor foi muito alto.
  4. Vê a internet como um desperdício de tempo por que a referência que tem de usabilidade são de jovens que ocupam sua mente somente com jogos, visitas em sites impróprios, ouvir música, assistir filmes…
  5. Não vê a possibilidade de contratar uma consultoria de marketing digital por que existe custos com um, dois, três funcionários que poderiam muito bem fazer alguns banner e postar no Facebook.
  6. Baixo fluxo de visita na loja física.
  7. Não possui vendedores externos para que possa abrir novos negócios.
  8. O empresário é autônomo ou não tem equipe de vendas.
  9. O mercado local está saturado e o único diferencial o empresa acredita que preço.
  10. O empresário não consegue extraí um diferencial do produto ou serviço por acreditar que são quase um commoditie.
  11. …e por ai crescerá sua lista, dedique-se para criar uma longa lista.

Passo #2 – Listar todas as soluções e benefícios que o consumidor terá ao contratar a consultoria em Marketing Digital.

Exemplo:

Produto ou serviço comercializado: Consultoria em Marketing Digital

SOLUÇÕES específicas que o consumidor terá ao contratar a Consultoria em Marketing Digital:

  1. Criar demanda de vendas recorrentes e qualificadas (Somente os interessados farão contato e não os curiosos).
  2. Terá um custo de investimento infinitamente mais baixo com campanhas do que as mídias tradicionais.
  3. Uma estratégia de marketing digital pode trazer 20, 30, 40…300…1000…contatos de consumidores mega interessados para sua empresa em um único mês.
  4. O consultor de marketing digital desenvolverá uma estratégia de sistema de vendas online onde as vendas acontecerão em escala e no piloto automático (Não é e-commerce).
  5. Ocorrerá um volume de indicações “involuntárias” por parte do público específico e que se identifica com a marca, produto ou serviço.
  6. Grande alcance do público específico e qualificado.
  7. Relacionamento direto, efetivo e instantâneo com o consumidor.
  8. Métricas precisas dos resultados. Saberá exatamente como o recurso foi investido e o retorno que trouxe.
  9. Criação de ativos a longo prazo.
  10. Fortalece o posicionamento e reputação da marca e da empresa.
  11. Eleva a abrangência de atuação.
  12. …e por ai crescerá sua lista, dedique-se para criar uma longa lista.

Passo #3 – Após ter criado suas listas será o momento de estudar com base nas 3 camadas do cérebro, tipos de textos, palavras, imagens e cores, que fará o consumidor envolver-se involuntariamente com sua campanha e desenvolver o prazer ou necessidade, convertendo as informações recebidas em necessidade de compra.

Exemplo:

Marketing Digital Neuromarketing 6

Observe os seguintes pontos com relação a imagem acima de exemplo:

  • Texto: É o desejo de todo empresário vender mais para os contatos recebidos por telefone, e-mail, site, loja.
  • Palavras: As palavras são determinantes, não da abertura para o talvez e com certeza que terá sucesso com as campanhas.
  • Imagem: Serenidade, alcance dos resultados efetivos. Nada de imagem de vendedor estressado.
  • Cores: Neutras e que dão um toque de sofisticado. A cor laranja para chamar mais atenção porém não deixa agressivo.

#3 – Entenda por que uma loja vazia em segundos pode vender para vários consumidores

Marketing Digital Neuromarketing 5

Cenário #01 – Você já esteve debruçado em um parapeito do shopping com olhar distraído fitando uma única loja e ela estava vazia? De repente entra uma, depois duas e quando se dá conta à loja está cheia? Não é coincidência.

Cenário #2 – Você mulher, está passando em um lado da rua e do outro está uma loja de lingerie cheia de mulheres aglomeradas, falando, apontando, entrando e saindo da loja, um verdadeiro alvoroço feminino (risos). Você que não tinha nenhuma intenção de frear seus passos, sente que aquele aglomerado te atrai como um grande imã? Quantas vezes passou por isso?

Cenário #3 – Quantas vezes você já tentou encobrir um bocejo na sala de aula ou durante uma reunião e, quando percebeu, foi responsável por uma cascata de bocejos no ambiente? Na verdade basta você ler a palavra bocejo e irritantemente a ação ocorre.

Essas ações e muitas outras ocorrem por que desperta nossos neurônios-espelho. Esses mesmos neurônios são responsáveis por aprendermos a fazer ações apenas olhando outra pessoa realizando a mesma tarefa, também imitarmos involuntariamente o comportamento e até o sotaque de outra pessoa.

Com esses conhecimentos conseguimos estudar e criar estratégias poderosas de marketing e desenvolver campanhas para conquistar um bom número de vendas.

Oferecer uma degustação do seu produto é uma das dicas de estratégias de neuromarketing eficaz para despertar os neurônios-espelho e atrair cliente para seu negócio é mostrar para o consumidor que outras pessoas estão interessadas em seu produto ou serviço.

Exemplo #1 – Test-drives, ação muito utilizado pelas concessionárias.

Exemplo #2 – Empresas de cosméticos oferecendo amostra grátis de hidratante. O ideal nesta ação é que as profissionais conduza o público até o interior da loja e realizar a entrega, ficar do lado de fora (na calçada) entregando as amostra não obterá o mesmo resultado.

Exemplo #3 para ação na internet – Criar textos que expressam quantidades; cadastra-se aqui e faça parte da minha rede de relacionamento com mais de X profissionais qualificados na área.

Exemplo #4 para ação na internet – Cadastre-se e conheça centenas de pessoas que venderam acima da média somente com essa estratégia.

Assista a esse vídeo e entenderá o poder de começar uma ação e de repente ter vários seguidores. (a qualidade do vídeo não está 100% mas você vai adorar o resultado)

“Os neurônios-espelho não funcionam sozinhos. Muitas vezes agem em conjunto com a dopamina, uma das substâncias químicas cerebrais ligas ao prazer. A dopamina é uma das substâncias mais viciantes para os seres humanos – e decisões de compra são motivadas em parte por seus efeitos sedutores”.

Portanto, na hora de desenvolver sua próxima campanha de marketing, pense em argumentações que enfatizem os benefícios proporcionados pelos produtos oferecidos, ampliando, assim, a dose de dopamina liberada na mente de seu cliente.

Um bom exemplo de campanha que amplia a dose de dopamina é a…

Marketing Digital Neuromarketing 1

…descobriu que refresco é esse? Para quem é apaixonado pelo refrigerante, essa imagem já será suficiente para que desperte o desejo de parar tudo o que está fazendo e comprar uma Coca Cola.

Mãos a obra e todo $uce$$o nos negócios.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *